As mentiras de Osmar Terra e do governo de Jair Bolsonaro sobre a COVID-19

<a href=”https://br.freepik.com/fotos-vetores-gratis/fundo">Fundo vetor criado por Harryarts — br.freepik.com</a>

O deputado federal do MDB e ex-ministro da Cidadania no governo Bolsonaro, Osmar Terra, participou de um debate na GloboNews em 9 de maio (sábado) sobre a COVID-19. Estavam nesse debate, além de Terra, o ex-ministro da saúde de Bolsonaro, Luiz Henrique Mandetta e o senador pelo PT e ex-ministro da saúde de Lula, Humberto Costa. Por defender uma posição anticientífica diante do tema e, mesmo assim, afirmar que a ciência está do seu lado, será feita uma análise em tópicos de sua fala durante esse debate.

. Terra não usou a palavra “pandemia”, dando preferência a “epidemia”: obviamente, isso já demonstra sua tentativa de enfraquecer a questão da COVID-19, uma vez que a epidemia é a ocorrência de surtos de uma doença em várias regiões, enquanto a pandemia é o pior dos quadros possíveis; seria a epidemia em escala global (1).

. Cita a pesquisa da Universidade Federal de Pelotas para dizer que 75% das pessoas foram contaminadas sem sair de casa. Até que ponto isso é confiável? Essa mesma pesquisa, mesmo com índices defasados, afirma que para cada caso notificado no Rio Grande do Sul, existem cerca de 12 casos não notificados. A pesquisa ainda traz um erro grave ao calcular a taxa de letalidade levando em conta as subnotificações dos casos, mas não aquelas das mortes (2).

. Afirma que a quarentena não altera a curva, pois ela é a mesma em todas as epidemias virais. O Imperial College e a USP (3), entre milhares de outras instituições científicas, discordam disso. É evidente que um isolamento social sério provoca o achatamento da curva de contágio, pois o vírus é transmitido através de pessoas, superfícies e objetos infectados. Quanto menor for seu contato com esses itens, menor será sua chance de ficar infectado.

. A quarentena é dos governadores, não do presidente. Os governadores defendem a quarentena, mas o Ministério da Saúde também. Portanto, não há como afirmar qual a posição desse governo, pois Bolsonaro diz uma coisa e seu ministro da Saúde outra.

. A quarentena não altera o número de casos, diz Terra. Essa não é a questão, apesar de alterar para menos pouca coisa. O que de fato importa é que a quarentena achata a curva, fazendo com que o sistema de saúde não fique sobrecarregado e que, portanto, sempre haja leito para quem precise.

. No Rio Grande do Sul a epidemia foi pequena, inclusive o pico já passou. Não há como afirmar que o pico já passou. Além do mais, o próprio governador do Estado afirma que isso é o resultado do isolamento social (4).

. O H1N1 tem uma velocidade de contágio menor, mas é mais letal. Certo, tem uma velocidade de contágio menor, entretanto, é errado dizer que é mais letal. O índice de letalidade do H1N1 varia, segundo o estudo, de 0,2 a 0,8, enquanto o novo coronavírus tem a taxa de 6,75%, hoje (5).

. Terra cita a Suécia e a Coreia do Sul como dois grandes exemplos contra o isolamento social. Primeiro, Terra não comparou a Suécia com outros países nórdicos, mas com a Inglaterra. Segundo, houve uma espécie de isolamento voluntário no país, em virtude da conscientização da população em relação ao vírus. Quanto a Coreia do Sul, o número de testes é infinitamente maior do que no Brasil, além de estar, no momento, fechando determinados estabelecimentos comerciais em virtude do aumento de novos casos (6).

. ‘Não é que a Argentina deu certo, é que o vírus circulou pouco no sul da América do Sul”. Circulou pouco em função das medidas do governo argentino. Aliás, aqui há uma contradição na fala de Osmar Terra: não há melhor maneira que o isolamento para o vírus não circular. Isso acaba com todo discurso do bolsonarista.

. A população sabe decidir se ela for bem informada. Ele deveria avisar isso para o (des)governo que defende.

. A primeira previsão de Terra foi de 730 mortes. Prefiro nem comentar.

. O vírus veio antes do carnaval. O carnaval foi o maior momento de disseminação, disse o ex-ministro. Ora, quem tinha poder de impedir isso era o próprio presidente e não o fez. De quem, então, ele estava reclamando?

. A taxa de letalidade nos países que mais testaram, Alemanha, Islândia e Coreia, é de 0,1%. Uma das maiores mentiras ditas por Terra. Os índices em 1o de maio de 2020 são: Alemanha 4,40%; Coreia do Sul 2,34; Islândia 0,55 (7).

. O governo deveria ter oferecido muito mais testes. É certo, então por que não o fez?

. A Coreia (do Sul) é o país que tem a menor mortalidade do mundo, não fechou um bar nem uma loja. Fechou, sim. Além disso, é falso que a Coreia do Sul tenha a menor taxa. O Paraguai e diversos outros países têm a taxa manor que a da Coreia em questão (8).

. O isolamento não tem efeito nenhum na prática, 10 mil mortos. Dados científicos demonstram que isso não é verdade, como o estudo da USP sobre o achatamento da curva em São Paulo (9).

. 66% das pessoas internadas em Nova York são pessoas que nunca tinham saído de casa. Natuza Nery, logo após a fala de Terra, explicou essa falácia. Explica que a entrevista do governador de Nova York diz respeito a três dias num universo de 1269 pacientes e a mensagem do governador é que o isolamento funcionou e caíram as taxas de internação. Completa dizendo que Terra editou a matéria em sua rede social.

. O vírus se propaga em ambientes fechados. Correto, mas primeiro ele precisa chegar lá.

. Tem que proteger o grupo de risco,nessa epidemia, os idosos. Se o isolamento não adianta, se as pessoas ficam doentes em casa e se o vírus se propaga em ambientes fechados, qual a razão de proteger os idosos. Nova contradição de Terra.

Além de todas essas falhas, mostra para a câmera gráficos soltos, sem dizer a origem para dar um ar científico e provar que todas as epidemias têm um mesmo ciclo. Um desastre.

Alexandre L Silva

NOTAS:

(1) https://www.telessaude.unifesp.br/index.php/dno/redes-sociais/159-qual-e-a-diferenca-entre-surto-epidemia-pandemia-e-endemia

(2) https://bit.ly/EPICOVID19-2ªetapa

(3) https://www.imperial.ac.uk/news/195976/individual-response-covid-19-important-government-action/ Também https://gauchazh.clicrbs.com.br/coronavirus-servico/noticia/2020/03/levantamento-mostra-que-isolamento-comecou-a-achatar-a-curva-de-coronavirus-em-sp-ck89as3tz027o01qum5972snj.html

(4) https://www.jornalvs.com.br/noticias/rio_grande_do_sul/2020/04/24/governador-explica-como-o-rio-grande-do-sul-conseguiu-achatar-a-curva-da-covid-19.html

(5) https://www.medicina.ufmg.br/h1n1-fatos-e-fakes/ Também: http://www.medicinanet.com.br/conteudos/revisoes/1848/revisao_sobre_gripe_suina__influenza_a_h1n1.htm Também: http://news.bbc.co.uk/2/hi/health/8406723.stm Também: https://www.cnbc.com/2020/03/26/coronavirus-may-be-deadlier-than-1918-flu-heres-how-it-stacks-up-to-other-pandemics.html Para calcular a taxa de letalidade do novo coronavírus: https://www.worldometers.info/coronavirus/

(6) Para a Suécia: https://www.bbc.com/portuguese/internacional-52428807

Para a Coreia: https://www.msn.com/pt-br/noticias/mundo/seul-fecha-bares-e-casas-noturnas-ap%c3%b3s-novo-surto-de-coronav%c3%adrus/ar-BB13RSZJ?li=AAggXC1

(7) Fonte:https://www.worldometers.info/coronavirus/ Para Alemanha em matéria de 28 de abril, 3,8%: https://noticias.uol.com.br/internacional/ultimas-noticias/2020/04/28/taxa-de-contagio-do-coronavirus-volta-a-subir-na-alemanha-e-liga-alerta.htm

(8) Confira em https://www.worldometers.info/coronavirus/

(9) https://gauchazh.clicrbs.com.br/coronavirus-servico/noticia/2020/03/levantamento-mostra-que-isolamento-comecou-a-achatar-a-curva-de-coronavirus-em-sp-ck89as3tz027o01qum5972snj.html

Ex-professor de diversas universidades públicas e particulares. Lecionou na Universidade Federal Fluminense e na Universidade do Estado do Rio de Janeiro.

Get the Medium app

A button that says 'Download on the App Store', and if clicked it will lead you to the iOS App store
A button that says 'Get it on, Google Play', and if clicked it will lead you to the Google Play store