Ainda falta uma coisinha para ser explicada na citação de Bolsonaro no caso Marielle

Estava preparando um artigo sobre o filme “Coringa” e Lacan, quando parei tudo por causa da reportagem do Jornal Nacional da Globo de ontem (29/10/2019) que relacionava Bolsonaro com os assassinatos de Marielle Franco e Anderson Gomes. É um assunto muito importante e tive, como sempre faço, que levantar algumas hipóteses e escrever um, aliás dois, textos sobre o assunto. Qual a minha surpresa, no decorrer do dia, com diversas informações que praticamente (eu disse praticamente!) encerram o caso e mostram que tudo não passou de uma armação. Agora, vou apresentar essas informações e, ao final, fazer uma simples pergunta.

O Ministério Público do Rio afirmou que o porteiro que citou Bolsonaro mentiu, já que quem autorizou a entrada de Élcio Queiroz, o motorista do dia do assassinato de Marielle e Anderson, foi o próprio Ronnie Lessa, o atirador. Segundo a procuradora do MP, Simone Sibilio, as gravações de áudio da portaria não batem com o depoimento do porteiro.

Outra coisa que foi noticiada, hoje (30/10/2019), foi a tela de um computador, mostrada por Carlos Bolsonaro, juntamente com o áudio que afirmam que a autorização, para a entrada de Élcio, foi dada por Ronnie, sendo, portanto, a ligação feita para a casa de Ronnie.

Há também o pedido de Moro para a abertura de inquérito sobre o depoimento que citou Bolsonaro, feito â PGR, e o arquivamento, por parte de Augusto Aras (PGR) das informações sobre a citação de Bolsonaro. Ainda em tempo, Aras acolheu o pedido de Moro; tudo muito rápido.

A pergunta é: como o livro da portaria marcava o nome de Élcio e a indicação que iria para a casa 58, de Jair Bolsonaro? A folha, do livro em questão, apresenta as anotações em sequência por linha. A anotação sobre Bolsonaro está entre outras linhas preenchidas, não há espaço em branco, assim como inexiste qualquer rasura. Se o porteiro mentiu, querendo prejudicar Bolsonaro, ele já sabia que o crime iria acontecer, caso contrário, qual a razão de anotar que Élcio iria para a casa de Bolsonaro? Há grande possibilidade, portanto, desse porteiro ser um vidente e, isso, tenho que respeitar. Brincadeiras à parte, isso ainda precisa ser esclarecido.

Alexandre L Silva

P.S.: Acabou de sair, pela Época, uma matéria com o título “SOBREVIVENTE DO CASO MARIELLE REVELOU À POLÍCIA BRIGA DE VEREADORA E CARLOS BOLSONARO” (https://epoca.globo.com/guilherme-amado/sobrevivente-do-caso-marielle-revelou-policia-briga-de-vereadora-carlos-bolsonaro-1-24050658)

Ex-professor de diversas universidades públicas e particulares. Lecionou na UFF e na UERJ. Articulista de opartisano.org e escritor da New Order no Medium.

Ex-professor de diversas universidades públicas e particulares. Lecionou na UFF e na UERJ. Articulista de opartisano.org e escritor da New Order no Medium.